terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Bolo de Banana Caramelizado

Vez ou outra, alguém me pergunta na Suíça se tenho muitas saudades das comidas do Brasil. Acho sempre uma pergunta difícil de responder, pois encontro quase tudo pra comprar aqui, e quando tenho vontade de comer algo, dou um jeito de providenciar. Mas é claro que tem certas especialidades, que só o nosso berço familiar pode nos ameigar. Cresci em Brasília, cercada por pessoas que adoravam cozinhar: mãe (mineira), pai (amazonense), tias, vizinhos… na minha memória gustativa, há gostos e cheiros maravilhosos armazenados para uma vida inteira. Um dos meus bolos preferidos quando criança era o legendário bolo de banana caramelizado da minha mãe. Sempre fui apaixonada por tudo de banana, e só de sentir o cheiro de banana aquecida com canela, já enlouqueço.

Pois bem, evito o máximo fazer bolo em casa, mas esses dias, lembrei tanto desse bolo, que deixei a vontade me vencer e coloquei as mãos à obra. Googlei uma receita parecida, todavia saí diminuindo/mudando quase tudo (açúcar, óleo, trigo), mas mesmo assim, o bolo ainda ficou fantástico - com uma única restrição: a calda ficou dura (diminui demais o açúcar e não acrescentei água), mas fora isso: D.I.V.I.N.O!!!

Hoje falei com minha mãe ao telefone e contei do bolo; ela sempre ri muito das minhas modificações nas receitas, mas agora fiquei por dentro dos truques da calda. A proeza é a seguinte: para uma xícara de açúcar, uma xícara de água; espere o açúcar derreter e acrescente à água somente depois, deixando a calda cozinhar por um tempinho a seguir.

Tentei arranjar as bananas para que o bolo ficasse como um sol, mas como a calda grudou no fundo da forma, não foi possível realizar meu desejo :-(.
E salve eternamente as bananas!!!





Um comentário:

Vamos interagir, que tal deixar um feedback?